Persona Ou Público-Alvo: Qual É A Diferença E Qual Usar No Marketing Digital?

Persona ou Público-Alvo? Saiba qual é o melhor para a sua estratégia

Partilhe este Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Escolher entre persona ou público-alvo pode ser complicado na hora de montar uma estratégia de Marketing Digital.

De qualquer maneira, é muito importante conhecer a clientela caso se deseje saber vender para ela.

Foi nesse sentido que surgiram dois termos no mundo do Marketing para ajudar a definir e categorizar o cliente e os potenciais clientes.

Mas afinal, qual é a diferença entre Persona e Público-Alvo?

 

O Que É Um Público-Alvo

O termo público-alvo surgiu nos anos 70 nos Estados Unidos, numa época em que a publicidade tornava-se cada vez mais poderosa onde a venda a massas estava no auge.

“Público-alvo é um grupo de pessoas a que se dirige determinado produto, serviço ou mensagem”

Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

A ideia de selecionar uma parcela da sociedade consumidora é a de direcionar os seus esforços de marketing e venda do seu serviço ou produto às pessoas que provavelmente terão interesse por ele.

Para definir o público-alvo de um negócio é preciso unificar as características em comum dos potenciais clientes.

As informações mais importantes para criar um público-alvo são:

  • Faixa etária
  • Género
  • Nível de escolaridade
  • Poder aquisitivo
  • Localização
  • Hobbies
  • Hábitos de consumo

Exemplos de público-alvo de diferentes negócios

Barbearia: homens entre 18 e 60 anos, residentes em Lisboa, com renda entre 700 e 1200 euros mensais, que queiram cortar o cabelo e fazer a barba.

Resort vinícola: homens e mulheres entre 30 e 60 anos, estrangeiros a visitar Portugal, com renda mensal entre 2000 e 5000 euros, que apreciem a vinicultura.

Loja de sapatos: mulheres entre 25 e 40 anos, residentes no Porto, com renda mensal entre 1000 e 3000 euros, que gostem de blogs de moda e trabalhem no centro.

 

 

 

O Que É Uma Persona?

O termo Persona (ou Buyer Persona ou Avatar) refere-se a uma representação semifictícia do cliente ideal de um negócio, baseada em factos e dados reais.

É a personificação aprofundada do público-alvo, com atenção às características psicológicas.

A ideia é definir uma persona para dedicar toda a sua estratégia de comunicação, de forma a garantir resultados muito mais certeiros, não apenas no momento da venda, mas desde a criação do produto.

Com a persona bem definida, o profissional do marketing poderá criar os seus projetos tendo em mente aquela personalidade, o que aumentará a compreensão das suas necessidades e desejos.

As informações mais importantes para definir a sua persona incluem:

  • Nome
  • Idade
  • Género
  • Área profissional
  • Nível de escolaridade
  • Estilo de vida
  • Crenças
  • Desafios e frustrações
  • Hobbies e interesses
  • Que tecnologias usa
  • Comportamento online
  • Estágio atual no funil de vendas

 

Exemplo de Persona de Consultoria de Gestão:

Definir uma persona é essencial para qualquer negócio online

Joana, 32 anos, é designer de interiores, vive no centro de Lisboa num imóvel herdado pelos pais, é vegan, ouve música Indie, quer diminuir a pegada ecológica e não usa sacos plásticos no supermercado. Ela não encontra produtos vegan e bio à sua disposição perto de casa e está com problemas a pensar em novas receitas para cozinhar em casa. Passa 3 horas por dia no Instagram e quando não está a trabalhar ela gosta de pintar aquarela e fazer yoga.

 

Então qual é melhor? Persona ou Público-Alvo?

Depende! Sim, frustrante ouvir isso, mas é a verdade.

Tanto um quanto o outro são conceitos importantes, portanto o ideal é conhecer bem tanto a sua Persona quanto o seu Público-Alvo.

Enquanto uma Persona se encaixa dentro do Público-Alvo de uma empresa, ela é muito mais aprofundada e detalhada do que um grupo de pessoas diferentes com algumas características em comum.

 

O uso do Público-Alvo em planos de Marketing tem caído em desuso conforme avançamos no Marketing Digital, a dar lugar à Persona

Definir o público-alvo de um negócio costumava ser uma das bases dos planos de Marketing. Porém, o mundo mudou e o Marketing também teve de mudar.

No mundo de hoje em dia os consumidores estão cada vez mais exigentes quanto à experiência de compra e relação com as marcas.

As redes sociais mudaram completamente e forma como as empresas e os consumidores se relacionam.

Graças ao Google e ao Facebook, o Marketing Digital possui muitos mais dados e informações sobre as pessoas, o que permite que anúncios sejam muito melhor segmentados.

 

Conclusão

Conhecer o público-alvo é excelente para a fase inicial de criação de produto e estudo de mercado mais geral.

Ter uma persona definida ajuda em todas as etapas da jornada do cliente e oferece um direcionamento muito mais completo e eficaz.

Se você quiser obter os melhores resultados, aposte no conhecimento de tanto o seu Público-Alvo quanto a sua Persona

 

Se você gostou do conteúdo, não se esqueça de deixar o seu comentário 💙

Partilhe este Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

two × one =